A APAMS

Associação Protetora dos Animais do Município de Sinop (APAMS) foi fundada no dia 29 de agosto de 2005 por pessoas de várias áreas de atuação, que voluntariamente, resolveram lutar pela conscientização da sociedade de Sinop.

A Apams é uma entidade sem fins lucrativos, com o propósito de lutar pelos direitos dos animais, através de campanhas de conscientização, fiscalização de maus tratos e assistência a animais abandonados. 
A Apams deixa claro para a sociedade que o objetivo da entidade não é montar um “depósito de animais” e incentivar o abandono. Neste sentido a instituição estará indo contra o princípio de “conscientizar a sociedade para Posse Responsável”. Será sim um local para prestar um certo atendimento, sendo que a sociedade será a principal aliada para adotarem estes animais.
Outro objetivo da Apams é futuramente entregar para Doação animais vacinados e castrados, evitando assim a superpopulação.
Os membros da entidade acreditam que Sinop, por ser uma cidade jovem, crescerá também neste sentido, acabando definitivamente com os animais abandonados. Lembrando sempre que a “Cultura de um povo é medida pela forma como são tratados os animais”.
A Apams almeja ainda realizar ações de defesa e proteção de animais, difundindo a Legislação de proteção animal e o zelo pelo seu cumprimento e aperfeiçoamento; além da promoção de assistência para que os proprietários de baixa renda pratiquem a posse responsável de animais.
A luta está apenas começando e é possível perceber que a sociedade acha que a Apams é composta por “salvadores” e que a instituição foi fundada para resolver “os problemas”, no caso “os animais que estão velhos, doentes ou abandonados”. Contudo, os membros da Apams não têm nada de diferente das demais pessoas e acreditam que todos são capazes de fazer alguma coisa.
Mesmo com as mínimas condições, foi iniciado um trabalho discreto de recolhimento, tratamento e adoção de alguns animais abandonados.
O trabalho de adoção é a coisa mais preciosa que acontece. São aquelas pessoas que estão dispostas a dar uma segunda chance ao animal abandonado. Para os membros da Apams, é a coisa mais nobre que um ser humano pode fazer: ADOTAR UM ANIMAL.
Em cerca de oito meses de fundação já havia sido recuperado e encaminhado para adoção aproximadamente 70 animais.
Para conseguir custear os veterinários parceiros (que cobram abaixo das tabelas utilizadas nas clínicas), foi criada uma carteira, que leva o nome de “Amigos da Apams”. Através da carteirinha, pessoas que se identificam com a causa, passaram a doar cerca de R$ 10,00 mensal. Existem ainda aquelas boas almas que colaboram com mais. Todo o dinheiro arrecadado mensalmente pelos “amigos” é para custear atendimentos, medicamentos, alimentação, entre outros.
Ainda foi possível arrecadar algum valor com vendas de camisetas que foram doadas à Apams.
A Apams hoje continua precisando de ajuda financeira e de voluntários e, principalmente, de não desistir do sonho de fazer algo para mudar a realidade de uma sociedade cruel e desumana.